Câmara repassa R$ 510 mil ao Executivo

Câmara repassa R$ 510 mil ao Executivo


Publicado em: 02/01/2018 16:35

Whatsapp

 

Em cerimônia no último dia 02, com a presença de vereadores, secretários municipais, do prefeito Jorge Derbli e seu vice, Amilton Komnitski, a Câmara de Irati entregou ao Executivo o cheque simbólico no valor de R$ 510 mil.

A importância corresponde ao quarto e último repasse do ano de 2017, depositado na conta da Prefeitura no dia 22 de dezembro passado, resultado de economia de gastos efetivada pela Câmara de Irati.

O prefeito Jorge Derbli agradeceu ao Legislativo a forma como a relação entre os poderes está acontecendo de forma participativa. “É a Câmara e a Prefeitura trabalhando juntas. Quero enfatizar esta sintonia que temos entre o Executivo e o Legislativo”, declarou. “Juntos, estamos trabalhando, economizando e empregando bem o dinheiro público”, destacou o prefeito.

Mais de R$ 2 milhões em 2017

Derbli fez questão de divulgar e relacionar aos presentes, todos os repasses das devoluções da Câmara em 2017, que totalizaram R$ 2.104.000 (dois milhões, cento e quatro mil reais).

 “Em julho, recebemos o valor de R$ 1.100,00, que foram aplicados na compra de duas patrolas novas, pagamento dos estagiários no recadastramento biométrico, curso para os formandos da Guarda Municipal e o Programa Municipal de Atração de Investimentos (PMAI), em parceria com a Câmara”, iniciou o prefeito.

Em novembro, houve o segundo repasse, no valor de R$ 100 mil, destinado à compra de um equipamento para criar uma sala climatizada na Santa Casa de Irati.

Ainda em novembro, a terceira devolução de recursos foi reservada para aquisição de um terreno para a escola da Vila Nova.

“Quando estivemos em Brasília, havíamos pleiteado junto ao Governo Federal o Auxílio Federal aos Municípios (AFM) no montante de R$ 700 mil, valor este que acabou não vindo. Então, em dezembro, pedimos à Câmara uma antecipação da devolução, que corresponde a este cheque simbólico, no valor de R$ 510 mil”, complementou Derbli.

O presidente da Câmara, Hélio de Mello, também enalteceu o clima de bom relacionamento e parceria entre aquela Casa de Leis e a Prefeitura, pedindo para que os secretários olhem com carinho para os representantes do povo e os seus pedidos. “Nós temos, entre outras funções, cuidar e fiscalizar da correta aplicação do dinheiro público. E é por isso que preferimos economizar na nossa estrutura de trabalho para poder retornar ao Executivo valores que possam amenizar minimamente as dificuldades econômicas pelas quais passam os municípios”.


Desenvolvido por: