Comunidades do interior de Irati recebem 470 toneladas de calcário

Comunidades do interior de Irati recebem 470 toneladas de calcário


Publicado em: 03/05/2018 15:11

Whatsapp

 

Comunidades do interior de Irati recebem 470 toneladas de calcário

Cada produtor recebeu, em média, 10 toneladas de calcário

Programa está atendendo 48 propriedades de três comunidades que fazem parte da microbacia

Na quinta-feira (26), a Prefeitura de Irati, por meio da Secretaria de Agricultura, realizou a distribuição de 174 toneladas de calcário em três comunidades do interior. A parceria entre o município, Emater e Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab) totalizou a entrega de 784 toneladas que beneficiaram 48 propriedades iratienses. Esta iniciativa faz parte do Programa de Conversação de Solo e Água em propriedades rurais, também chamado de microbacia.

Desde 2016, a equipe da Secretaria de Agricultura de Irati está trabalhando com o programa nas comunidades de Volta Grande, Mato Queimado e Campina dos Gonçalves Junior. “Primeiro, fazemos um estudo das localidades junto com os moradores e, depois, aplicamos o projeto. Na etapa um, havia sete metas a serem cumpridas relacionadas às necessidades da microbacia. E, nesta segunda, como tinha recursos financeiros, ampliamos e distribuímos calcário para mais 17 propriedades, totalizando 48 atendimentos”, relatou o técnico agrícola, Osnei Abel Lopes.

O município recebeu R$366 mil de recursos do governo do estado para a realização deste programa, que ainda engloba a aquisição de mantas geomembranas para bovinocultura do leite – tratamento dos dejetos e, ainda, nove propriedades receberão tratamento de esgoto doméstico. O programa será finalizado no mês de junho.

PRODUTORES APROVAM

A utilização do calcário tem o objetivo de melhorar a qualidade da produção agrícola do município. “Estamos muito contentes com o resultado deste trabalho. Só na distribuição de calcário, conseguimos fazer uma média de 10 toneladas por produtor”, destacou, Raimundo Gnatkowski, secretário de Agricultura, pois, para ele, a terra permanecerá cuidada para a produção.

“Para nós, é muito importante este calcário que vem de graça e nós só entramos com a mão de obra”, disse o agricultor, Sidnei França, que recebeu 10 mil quilos. José Renato de Ramos, produtor de Volta Grande, também ficou contente com este benefício. “Foi muito bom para nós, agricultores, pois veio em uma hora que a gente precisa para preparar o terreno”. Ele também enalteceu a instalação de um abastecedouro na sua região, que é compartilhado por toda a comunidade. “O recebimento do calcário é uma boa para nós porque está beneficiando os pequenos produtores”, salientou Luiz de Paula Cordeiro.

Próxima microbacia será em Arroio Grande

O município já trabalha com a Emater e Seab em um novo plano de trabalho que será desenvolvido com os produtores de Arroio Grande com cerca de R$210 mil de recursos. O diagnóstico já foi feito junto à comunidade e o trabalho de campo deve iniciar no ano que vem.

 


Desenvolvido por: