Português Inglês Alemão Árabe Chinês Coreano Espanhol Francës Holandês Italiano Japonês Russo

Você esta em Início > Notícias > Município intensifica prevenção contra o HIV/Aids junto com campanha nacional
Município intensifica prevenção contra o HIV/Aids junto com campanha nacional
Publicado em: 08/02/2018 17:09
Município intensifica prevenção contra o HIV/Aids junto com campanha nacional

Município intensifica prevenção contra o HIV/Aids junto com campanha nacional

Jovens ainda se descuidam muito no uso de preservativo. Neste início de 2018, já foram três casos confirmados em Irati

No período do Carnaval, muitos foliões acabam esquecendo da importância do uso do preservativo e as consequências podem ser muito graves depois que acaba a festança. Pensando nisso, o setor de IST/AIDS e Hepatites Virais da Secretaria de Saúde de Irati chama a atenção para o número de casos positivos de HIV/Aids no município e ressalta que a prevenção é a melhor maneira de curtir o feriado com tranquilidade e responsabilidade.

Acompanhando a campanha nacional do Ministério da Saúde “#VamosCombinar, Prevenir é Viver o Carnaval”, que adotou a nova abordagem de Prevenção Combinada, o município quer fortalecer as diversas formas de prevenção às infecções sexualmente transmissíveis como o HIV/Aids. “Em Irati, no ano de 2016, foram diagnosticadas nove pessoas com HIV/Aids. Em 2017, esse número subiu para 12 casos e, em 2018, apenas no mês de janeiro, foram diagnosticadas três pessoas”, alerta a enfermeira Jéssica Cristina Mattos, coordenadora municipal de IST/Aids e Hepatites Virais.

Ela conta que o hábito de não usar camisinha tem impacto direto no aumento de casos de Aids entre os jovens. “No Brasil, a epidemia avança na faixa etária de 20 a 24 anos, na qual a taxa de detecção subiu de 14,9 casos por 100 mil habitantes em 2006, para 22,2 casos em 2016”. Jéssica complementa que, entre os jovens de 15 a 19 anos, o índice aumentou, passando de 3,0 em 2006 para 5,4 em 2016.

Jovens não se preocupam com prevenção

As campanhas de prevenção contra o HIV/Aids são voltadas para o público jovem porque é a faixa etária que menos se preocupa em usar preservativos. “Dados da Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira apontam queda no uso regular de camisinhas entre a faixa etária de 15 a 24 anos, tanto com parceiros eventuais – de 58,4% em 2004 para 56,6%, em 2013 – como com parceiros fixos – queda de 38,8%, em 2004, para 34,2%, em 2013”, exemplifica a enfermeira.

Prevenção combinada em Irati

Junto com a distribuição gratuita de preservativos em toda a rede pública de saúde, o Ministério da Saúde oferta um tratamento pós-exposição ao HIV, a chamada PEP. “O medicamento está disponível em 151 serviços de 115 municípios com mais de 100 mil habitantes. Em Irati, é possível encontrar a PEP. Basta procurar o Centro de Testagem e Aconselhamento, na Rua Getúlio Vargas, 377- Centro, e conversar com um profissional de saúde para avaliar a sua indicação”.

Desde dezembro de 2017, as populações com maior vulnerabilidade à infecção (homens que fazem sexo com homens, gays, travestis, transexuais, profissionais do sexo e casais soro discordantes em situação de vulnerabilidade a infecção) possuem acesso ao tratamento pré-exposição, chamado PrEP. Porém, essa forma de prevenção ainda não está disponível em Irati. Apenas 22 municípios do Brasil estão fazendo uso da PrEP. A previsão do Ministério da Saúde é estender para mais municípios em 2018. “É importante ressaltar que o uso da PEP ou da PrEP, não exclui a necessidade do uso de preservativos, pois esta é ainda a melhor forma de prevenção contra o HIV, a população encontra gratuitamente preservativos em todas as unidades de saúde de Irati”, alerta Jéssica.

Informações

O setor municipal de IST/Aids e Hepatites Virais fica na Rua Getúlio Vargas, 377, próximo ao ambulatório da Secretaria de Saúde de Irati. O telefone para contato é 3907-3155.

 

Leia Também

Desenvolvido por: