Atenção básica contará com dois profissionais do Programa Mais Médicos

Atenção básica contará com dois profissionais do Programa Mais Médicos


Publicado em: 13/03/2014 00:00

Whatsapp

 

Irati recebeu na tarde desta quarta-feira, 12, dois profissionais que passam a integrar as equipes da Saúde da Família. Ismary Llanes Casañas e Alejandro Machado Labrado são cubanos e foram disponibilizados ao Município através do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. Os profissionais prestarão atendimento nas unidades de saúde de Gonçalves Junior e Guamirim. ?? um momento muito importante para a Saúde iratiense, a vinda destes médicos possibilitará um incremento no atendimento da atenção básica. São profissionais que já tem a experiência de levar a medicina para mais perto da comunidade. Estes são os primeiros médicos que Irati recebe, mas a previsão é que em breve contemos mais oito, destaca o prefeito Odilon Burgath. O vice-prefeito Renato Berger ressalta que a vinda de profissionais de outro país para Irati é muito benéfica. Temos uma grande dificuldade em manter os médicos trabalhando no interior. Os dois que acabaram de chegar serão destinados a Gonçalves Junior e Guamirim e vão atender várias comunidades rurais, completa Berger. Num primeiro momento, Ismary e Labrado passarão por um período de adaptação, conhecendo as unidades de saúde e entendendo como funciona a atenção básica em Irati. O secretário de Saúde, Anderson Sprada explica que os profissionais substituirão dois médicos que haviam deixado o quadro do Município para assumir outros compromissos. Durante um mês eles estiveram em São Paulo conhecendo o funcionamento do sistema de saúde brasileiro, que é muito parecido com o cubano. Com estes, e os outros oito profissionais que o Ministério da Saúde já autorizou para Irati vamos expandir a cobertura da atenção básica no Município, e também pretendemos ampliar o número de equipes da Estratégia Saúde da Família, ressalta Sprada. Ismary é formada há oito anos e agradeceu a acolhida brasileira, além de enfatizar que está no país para ajudar a melhorar a saúde da população. A maior dificuldade que encontramos foi a língua, pois os costumes brasileiros, assim como a medicina, são bem parecidos com os modelos cubanos, conta. Segundo Labrado, o trabalho preventivo desenvolvido nas unidades de atenção básica brasileiras segue os moldes cubanos. Exerço a profissão há 14 anos e trago a experiência do atendimento desenvolvido em Cuba, mas claro que obedecendo os protocolos brasileiros, observa o médico. Secom Prefeitura de Irati

Desenvolvido por: