Conferência da Criança e Adolescente reúne mais de 300 pessoas

Conferência da Criança e Adolescente reúne mais de 300 pessoas


Publicado em: 26/10/2018 15:50

Whatsapp

 

Aconteceu no último dia 24, a 10ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, nas dependências da Associação dos Servidores Públicos de Irati. Mais de 300 pessoas participaram do evento, que abordou como tema central “Proteção Integral, Diversidade e Enfrentamento às Violências”.

A conferência é uma responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social, em conjunto com o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Tem como objetivo mobilizar os integrantes do Sistema de Garantia de Direitos (SGD), crianças, adolescentes e a sociedade, para a construção de propostas voltadas para a afirmação do princípio da proteção integral deste público, fortalecendo as estratégias e ações de enfrentamento às violências.

Durante o evento, a palestra magna foi proferida pela professora do departamento de Serviço Social da Unicentro, Andressa Kolody. Para o processo de mobilização e participação da conferência central foram realizadas, anteriormente, diversas pré-conferências nos bairros de Irati.

As discussões que acontecem agora em Irati, como nos demais municípios brasileiros, fazem parte de uma das quatro etapas estabelecidas pelo Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda). Iniciam pelas conferências livres, depois acontecem as municipais, seguidas das estaduais e distritais e, finalmente a nacional. Essas discussões estão sendo realizadas no país desde janeiro deste ano e vão até outubro de 2019. As propostas consolidadas em todo o processo farão parte da 11ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.

De acordo com a secretária municipal de assistência social, Sybil Dietrich, “a conferência é um importante espaço de participação popular na discussão e na construção de políticas públicas voltadas para as crianças e adolescentes nas diferentes áreas, pois oportuniza a todos um momento de contribuição para todo o processo”. O diferencial desta conferência foi que aproximadamente 85% dos participantes eram crianças e adolescentes, o que foi considerado um momento único para o município.

“Convocamos as crianças e adolescentes a participar das reuniões do Conselho Municipal para que monitorem como estão sendo cumpridas as propostas decididas na conferência”, acrescenta a secretária.


Desenvolvido por: