Filme iratiense de horror romântico estreia sábado (28)

Filme iratiense de horror romântico estreia sábado (28)


Publicado em: 24/04/2018 08:55

Whatsapp

 

Neste sábado (28), no Centro Cultural Clube do Comércio, haverá a estreia do filme curta-metragem iratiense, chamado “Pesadelo”, rodado integralmente na cidade e exclusivamente com artistas e equipe locais.

A apresentação será aberta à comunidade, no salão principal do clube, e a promoção tem apoio da Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico e Legado Étnico. Para garantir o acesso, os interessados devem retirar seus tickets até quinta-feira, dia 26, na secretaria do Centro Cultural.

Informações pelo telefone 3907 3158.

Equipe contornou restrições de estrutura e de custos

Kléber Gonçalves, idealizador do projeto, tem sua primeira experiência como produtor de um filme, no qual também atua. Abraçaram de forma entusiasmada a realização do filme também outros iratienses: Elen Scharlau, Elenita Chupróski, Emanuele Emiliano, Flávio Schafka, Jaciel Burak, Kétlyn Tayrine, Lenon Galdino, Luisa Benato, Matheus Santa Bárbara e Priscila de Almeida.

Gonçalves conta que “todos se envolveram a fundo na ideia e, para viabilizar a produção, fizeram uma ‘vaquinha’ entre si”. Os apoios financeiros foram escassos e muita coisa precisou ser improvisada para contornar restrições de estrutura e custos. “Apenas as câmeras de integrantes da própria equipe eram equipamentos profissionais. Mas tivemos dificuldades com captação de som, pois não dispúnhamos de microfones adequados”.

“Algumas vezes a iluminação teve que ser feita com auxílio de lanternas ou corrigida com chapas de isopor”, revela o produtor. Com uma planilha organizada, e sem considerar atores e equipe que trabalharam sem cachês, entre equipamentos e aquisições, o custo do curta somaria mais de R$ 2.600,00.

Para um filme que tem como ingrediente o horror, a maquiagem foi um item pensado com maior preocupação. Kléber revela alguns truques de bastidores. “O sangue foi feito com uma mistura de glicerina, tinta preta e tinta vermelha. Já para a pele falsa, fizemos uma massa gelatinosa, misturada com base de maquiagem”.

“Pesadelo 2” já começa a ser concebido

Gonçalves comenta que, mesmo o filme tendo sido concebido como horror desde o início, vários pontos do roteiro foram ganhando forma durante as filmagens. “Ao longo da produção, fomos enxugando algumas coisas, de forma que das 27 páginas iniciais, acabamos fechando nas 13 que acabaram sendo rodadas”.

Iniciado em dezembro, em um mês o curta já estava concluído. E deverá ganhar sequência. Kleber comenta que o “Pesadelo 2” já está sendo formatado. “A ideia é juntar os dois em um livro. Já tenho 15 páginas escritas do segundo filme”, comenta.

Segundo ele, a nova produção deverá ocorrer no final deste ano, “quando é mais fácil reunir a galera, pois muitos estudam fora”.

Outra novidade relatada por Kleber foi a participação do curta na Mostra de Cinema Tupiniquim, de Maringá, uma realização do Instituto Cultural Ingá em parceria com o Cineflix Cinemas. “Não ficamos entre os seis classificados, mas chegamos perto, com a 7ª colocação. De um mínimo de 30 pontos exigidos, conseguimos 27,88”.

O produtor, que teve sua primeira experiência com vídeo no média-metragem “Ainda Há Uma Chance”, em Curitiba, e uma figuração na novela “Apocalipse”, da Rede Record, acredita bastante na ferramenta das redes sociais. O trailer de “Pesadelo” já conta com 23 mil visualizações, e deverá aumentar até a estreia do dia 28.


Desenvolvido por: